domingo, 28 de outubro de 2018

[NEWS] Sek Loso condenado a 2 anos e seis meses de prisão



O polêmico astro do rock Seksan Sukphimai, também conhecido como “Sek Loso”, recebeu a sentença de um ano e 18 meses por violar a Lei de Armas de Fogo, obstruindo uma operação policial, após ameaça de uso de armas e abuso de drogas.




No final da tarde, o cantor recebeu uma liberação de fiança sob o pagamento de 500 mil Bt. Esta última sentença será acrescentada à pena de prisão de um ano e três meses mais uma multa de Bt2,000, que foi dada a ele em 2016 por agredir a ex-mulher, e outra prisão de cinco dias e Bt2, 000 de multa em março, por atirar para cima em um templo de Nakhon Si Thammarat, em 29 de dezembro de 2017. A punição por agressão havia sido suspensa por dois anos, mas como o roqueiro cometeu delitos depois, agora será cumprida.

O Tribunal Provincial de Min Buri, em Bangcoc, deu este último veredicto a respeito de um incidente na véspera de Ano Novo de 2018, quando a polícia tentou prender o roqueiro que tinha o porte de arma em sua casa, na área de Kannayao. Ele obstruiu a investigação policial. Na época, o resultado do exame de urina do roqueiro provou ser positivo para o abuso de narcóticos. Após sua libertação às 17h10 da sala de detenção, Seksan abraçou sua namorada Apisaya "Eve" Pattanaworasap com lágrimas nos olhos e disse rapidamente aos repórteres: "Estou saindo. Obrigado" antes de partir do complexo da corte em um carro. Sua ex-esposa Wiphakorn Sukpimai também estava lá para lhe dar apoio moral. 



O cantor supostamente sofre de transtorno bipolar, que levou a dias de comportamento aparentemente estranhos em uma live de Facebook, em agosto. Com isso, seu filho Settakarn "Sua" Sukpimai, de 21 anos, e a atual namorada de Seksan, Apisaya, se reuniram para uma intervenção de internação para Seksan em um hospital para tratamento de transtorno bipolar. O advogado de Seksan se recusou a dar qualquer detalhe para a defesa na corte, mas disse que Seksan ainda tinha sintomas bipolares - que é apoiado por um atestado médico e prescrevia remédios prontos para mostrar um tribunal - para que, talvez, as pessoas simpatizassem com ele.

Créditos: The Nation
Tradução: Deh @TMBR
Favor não retirar sem os devidos créditos!

Nenhum comentário: