segunda-feira, 28 de maio de 2018

[NEWS] Mais quatro artistas se apresentam à polícia sobre o caso Magic Skin



Mais quatro celebridades ligadas aos polêmicos produtos da Magic Skin se apresentaram à polícia na segunda-feira após serem convocadas, e insistiram que testaram os produtos antes de analisá-las na publicidade.



Até agora, 17 celebridades dos 37 convocados testemunharam à polícia sobre a publicidade de produtos da Magic Skin, disse o vice-chefe da Polícia Nacional Pol Geral Weerachai Songmetta.

Outras 10 celebridades serão convocadas em breve sobre os produtos, acrescentou ele. Weerachai também disse que a polícia está considerando as acusações de fabricar e distribuir produtos falsificados - punível com 10 anos de prisão - contra Wannapa Puangson, 34 anos, dona da Magic Skin, e seu marido, Korn Puangson, de 37 anos. 10 leis devem ser arquivadas. As quatro últimas celebridades que se encontraram com Weerachai na sede da Royal Thai Police foram o cantor Pichaya “Golf” Nitipaisalkul, a cantora / atriz Wanida “Gybzy” Termthanaporn, as atrizes Sudarat “Tukky” Phonamkham (ex-Butprom) e Lukkana “Aum” Wattanawongsir.

O quarteto também pediu desculpas ao público tailandês e prometeu não cometer o mesmo erro novamente. Wanida disse que testou o produto e verificou seu rótulo da maneira geral que qualquer outro consumidor faria antes de falar sobre o produto. Ela recebeu um pagamento único pelo trabalho e nenhuma participação nas vendas de produtos. Ela também foi envolvida em um caso relacionado ao controverso produto de perda de peso Kalow, que foi acusado de conter sibutramina, perigosa supressora de apetite . O escritório de sua fabricante foi fechado em 21 de maio. Wanida disse que havia feito o anúncio de revisão de produtos da Kalow há muito tempo e lera um roteiro dado a ela sobre as propriedades do produto. Sudarat disse que a revisão do produto Magic Skin foi seu primeiro trabalho, e insistiu que ela já havia experimentado o produto antes. Ela disse que será mais cuidadosa no futuro e avisou o público sobre os perigos de alguns produtos.

Lukkana disse que ela também testou o produto antes de dar fazer seu aval e pediu desculpas ao público por seu ato, que ela disse ser resultado de ignorância. Pichaya admitiu que o uso de seu status de celebridade poderia afetar as opiniões dos jovens e do público, e que, assim, no futuro, seria mais responsável em suas ações e garantiria a precisão das informações que ele divulgava ao público.

Créditos: Nation Multimedia
Tradução:  Deh @TMBR
Favor não retirar sem os devidos créditos.

Nenhum comentário: