segunda-feira, 20 de março de 2017

[ENT] Felicidade e Sorte



Um dos maiores hits da televisão no ano passado foi Diary of Tootsies the Series. Inspirado na página de Facebook Ban Tuek Khong Tood (Diário de um Gay), de Khuncha Theethawit, o programa foca nas loucas aventuras da vida amorosa dos personagens gays. Os fãs não se cansaram. Um dos personagens mais populares foi Golf, interpretado por Thongchai Thongkuntom (Pingpong). O artista de 27 anos se tornou uma estrela da noite para o dia.


Diante do enorme sucesso, ão foi surpresa de que a série teha sido renovada para uma segunda temporada no Line TV.  Pingpong foi agraciado em reviver seu personagem e, mais uma vez, o retorno da audiência foi incrivelmente positivo.

O Student Weekly encontrou com Pingpong no prédio da GDH 559, onde o enérgico ator nos contou sobre o quê a série significa para ele e sobre seu interesse em interpretar um personagem hétero.



 
Você já sonhava em ser ator quando era pequeno?
Pingpong: Não, mas eu gostava de atuar. Na van para a escola, eu me imaginava como um personagem em um drama no qual eu pudesse atuar. A pessoa que estava do meu lado ficou chocada. Provavelmente deve ter pensado que eu estava falando comigo mesmo.


O que o Diary of Tootsies the Series significa para você?
Pingpong: Foi uma oportunidade única na vida. É algo do qual me orgulho. Quando tiver 60 anos, vou dizer aos meus filhos e netos que eu fiquei famoso interpretando um personagem gay.

Como conseguiu ser tão natural?
Pingpong: Tenho uma imaginação fértil. Já que o roteiro era tão incrível, foi fácil entrar no mundo d Golf.

O que há de fantástico na segunda temporada?
Pingpong: O roteiro é incrível. Eu posso facilmente ver as cenas. E há muitos convidados que estou empolgado para trabalhar. Espero que todos possam assistir.

Qual você acha que é o maior desafio do programa? 
Pingpong: Golf é HIV positivo. Foi difícil para os telespectadores visualizar alguém que tenha a doença vivendo a vida. E, nessa temporada, o diretor quis mostrar que quem possui HIV e possui um parceiro, pode viver numa boa.

 
 
Gostaria de interpretar um personagem hétero?
Pingpong: Adoraria. Se possível, alguém que é casado e tem filhos. Quero me desafiar. Há muitos atores ótimos que podem fazê-lo, como Ter Rattanun e Petch Paopetch. Acho que também posso.

Como Ter e Petch são quando as câmeras são desligadas?
Pingpong: Eles ainda agem como gays porque querem ficar dentro do personagem. Eles são muito profissionais.

Como foi cantar uma trilha sonora, diferente de cantar no Youtube?
Pingpong: No meu próprio vídeo, não me importei com notas. Mas em um estúdio, se eu estava fora do tom, precisava refazer. Mas foi divertido. Quando estava na escola, eu gostava de fazer raps e agora eu estou fazendo raps na trilha sonora. Dá arrepios.

Você sempre gostou de moda?
Pingpong: Sim. Desde pequeno, eu ficava desenhando roupas. Sei como encontrar roupas de segunda mão que são maravilhosas. Meus amigos ficam espantados quando digo que o preço da minha roupa é menor que 60 baht. Espero ter minha própria linha no futuro.

Você parece ser muito alegre. Como você lida com períodos de tristeza?
Pingpong: De vários jeitos. Às vezes fico quieto. Em outros dias, eu dirijo até a pria e grito. Ou então vou comer alguma coisa. Tento me livrar do sentimento o mais rápido possível, porque, quando mais triste ficamos, mais dor sentimos.


Créditos: Bankoc Post
Tradução: Deh @TMBR
Favor não retirar sem os devidos créditos!  

Nenhum comentário: